Você não possui a última versão do Adobe Flash Player instalado. Alguns elementos podem apresentar erros. Clique aqui para efetuar o download.   (fechar este aviso)

Apresentação

A Faculdade de Serviço Social da PUCRS, criada em 1945, é a mais antiga do Estado do Rio Grande do Sul. O curso de graduação em Serviço Social da PUCRS teve seu primeiro reconhecimento pelo Decreto 38.758/56, de 20 de fevereiro de 1956. Desde seu surgimento, através da formação de qualidade de assistentes sociais, tem projetado a profissão em âmbito local, nacional e internacional. Entre a tradição, oriunda de seus mais de 65 anos de história, e a renovação, marcada pela sintonia com as demandas societárias contemporâneas, com os desafios atuais do mercado de trabalho, a Faculdade vem pautando seu trabalho e suas estratégias na busca de excelência e inovação na formação para o exercício profissional, ensino e pesquisa em Serviço Social, atenta às exigências da realidade social em constante transformação e à reconfiguração da profissão nesse cenário.

No âmbito da Pós-Graduação, a Faculdade de Serviço Social da PUCRS também detém a marca do pioneirismo. O Programa de Pós-Graduação em Serviço Social (PPGSS) da PUCRS, criado em 1977, foi o primeiro na região sul do país, desde então formando docentes, mestres, doutores e pesquisadores de alto nível que atuam no estado, na região, no Cone Sul e em todo o país.

Em sintonia com as exigências de formação continuada dos profissionais da área e também visando a complementação da formação de áreas afins, a Faculdade oferece, além do curso de graduação, da pós- graduação (mestrado e doutorado), oportunidades como certificação adicional e cursos de especialização.


Atuação do Assistente Social

O Serviço Social é uma profissão regulamentada pela Lei nº 8.662, de 17 de junho de 1993, que define como competências dos assistentes sociais (art. 4):

I – elaborar, implementar, executar e avaliar políticas sociais junto a órgãos da administração pública, direta ou indireta, empresas, entidades e organizações populares;

II – elaborar, coordenar, executar e avaliar planos, programas e projetos que sejam do âmbito de atuação do Serviço Social com participação da sociedade civil;

III – encaminhar providências e prestar orientação social a indivíduos, grupos e à população;

IV – (Vetado);

V – orientar indivíduos e grupos de diferentes segmentos sociais no sentido de identificar recursos e de fazer uso dos mesmos no atendimento e na defesa de seus direitos;

VI – planejar, organizar e administrar benefícios e Serviços Sociais;

VII – planejar, executar e avaliar pesquisas que possam contribuir para a análise da realidade social e para subsidiar ações profissionais;

VIII – prestar assessoria e consultoria a órgãos da administração pública direta e indireta, empresas privadas e outras entidades, com relação às matérias relacionadas no inciso II deste artigo;

IX – prestar assessoria e apoio aos movimentos sociais em matéria relacionada às políticas sociais, no exercício e na defesa dos direitos civis, políticos e sociais da coletividade;

X – realizar planejamento, organização e administração de Serviços Sociais e de Unidade de Serviço Social;

XI – realizar estudos socioeconômicos com os usuários para fins de benefícios e serviços sociais junto a órgãos da administração pública direta e indireta, empresas privadas e outras entidades.

Também a Lei nº 8.662 de 1993, define em seu artigo 5; as atribuições privativas do Assistente Social:

I - coordenar, elaborar, executar, supervisionar e avaliar estudos, pesquisas, planos, programas e projetos na área de Serviço Social;

II - planejar, organizar e administrar programas e projetos em Unidade de Serviço Social;

III - assessoria e consultoria e órgãos da Administração Pública direta e indireta, empresas privadas e outras entidades, em matéria de Serviço Social;

IV - realizar vistorias, perícias técnicas, laudos periciais, informações e pareceres sobre a matéria de Serviço Social;

V - assumir, no magistério de Serviço Social tanto a nível de graduação como pós-graduação, disciplinas e funções que exijam conhecimentos próprios e adquiridos em curso de formação regular;

VI - treinamento, avaliação e supervisão direta de estagiários de Serviço Social;

VII - dirigir e coordenar Unidades de Ensino e Cursos de Serviço Social, de graduação e pós-graduação;

VIII - dirigir e coordenar associações, núcleos, centros de estudo e de pesquisa em Serviço Social;

IX - elaborar provas, presidir e compor bancas de exames e comissões julgadoras de concursos ou outras formas de seleção para Assistentes Sociais, ou onde sejam aferidos conhecimentos inerentes ao Serviço Social;

X - coordenar seminários, encontros, congressos e eventos assemelhados sobre assuntos de Serviço Social;

XI - fiscalizar o exercício profissional através dos Conselhos Federal e Regionais;

XII - dirigir serviços técnicos de Serviço Social em entidades públicas ou privadas;

XIII - ocupar cargos e funções de direção e fiscalização da gestão financeira em órgãos e entidades representativas da categoria profissional.

Cursos

Graduação

Bacharelado em Serviço Social
Em 2009/1 foi implantado um novo currículo para a graduação em Serviço Social.

Certificação Adicional em:

Gestão Empreendedora e Planejamento Social

Direitos Humanos e Políticas Sociais

Trabalho com Famílias e Sujeitos Vulnerabilizados

Pós-Graduação

Stricto Sensu
Programa de Pós-Graduação em Serviço Social – Mestrado e Doutorado

Área de concentração: Serviço social, políticas e processos sociais
Linhas de Pesquisa:
- Serviço social e políticas sociais;
- Serviço social e processos de trabalho;
- Gerontologia Social.

Lato Sensu
Curso de Especialização em:

Planejamento no Trabalho Social