04/07/2017

PUCRS recebe diretora do Parque Tecnológico de Andalucía

Acompanhada do Vice-diretor de projetos estratégicos da Universidade de Málaga, Víctor Muñoz, Sonia Palomo falou sobre o ecossistema do PTA e as conexões com o Tecnopuc



Foto: Divulgação - Sonia Palomo e Víctor Muñoz


Sonia Palomo, diretora do Parque Tecnológico de Andalucía (PTA), na Espanha, esteve nesta semana no Tecnopuc, acompanhada do Vice-diretor de projetos estratégicos da Universidade de Málaga, Víctor Muñoz, para participar da primeira edição do Projeto Horizontes 2017.

Pautada pelo cenário dos Parques Tecnológicos Espanhóis, Sonia falou aos convidados especialmente sobre o ecossistema e o desenvolvimento do PTA – case de sucesso mundial. Inaugurado em 1992, o Parque de Málaga iniciou suas atividades com oito empresas. Hoje conta com mais de 630 companhias e cerca de 19 mil funcionários distribuídos entre elas. Juntas, essas organizações faturam aproximados 2 bilhões de euros por ano.

Além disso, abriga em seus ambientes a sede da International Association of Science Parks and Areas of Innovation (IASP). “O PTA é, sem dúvidas, o motor econômico e empresarial da cidade”, destaca Sonia. Ainda segundo ela, as atividades realizadas no Parque, além de mirar no desenvolvimento das empresas e startups, estão cada vez mais voltadas para a cidade de Málaga. “Possuímos convênios com museus, creches e escolas, possibilitando que a comunidade usufrua desses serviços com desconto. Isso faz com que as pessoas se beneficiem do nosso ecossistema”, exemplifica.

Sobre a relação do PTA com o Tecnopuc, Sonia comenta que as ações promovidas pelo Parque Gaúcho vão ao encontro do que é realizado em Andalucía. O Assessor para Assuntos de Ciência, tecnologia e Inovação da PUCRS, Jorge Audy, acrescenta que essa sinergia resultou em uma plataforma de softlanding que permitirá, em breve, o intercâmbio entre as empresas instaladas no Tecnopuc e no PTA.

No mesmo encontro, a doutoranda Ghissia Hauser, que atua na Diretoria de Incentivo ao Desenvolvimento da Metroplan, apresentou a palestra Parques tecnológicos, redes globais e centralidade urbana: o caso do Tecnopuc. Ghissia mostrou os benefícios trazidos por parques tecnológicos para as cidades.

O Projeto Horizontes
Organizado pela Pró-Reitoria de Pesquisa da PUCRS (Propesq), o Projeto Horizontes é realizado através de conferências que se propõem a um diálogo continuado em relação a questões contemporâneas, o que possibilita uma experiência interdisciplinar entre diversos cientistas e intelectuais e o corpo docente dos programas de Pós-Graduação da PUCRS.