Sabado, 25 de Fevereiro de 2017
Idioma: Português / English
A/ A-   Aumentar/Diminuir fonte
 

Projetos Especiais

Centrada na formação humana e profissional voltada à comunidade na qual está inserida, a Universidade desenvolve um trabalho permanente de melhoria da infra-estrutura, de capacitação de docentes e funcionários, de renovação dos conteúdos e meios didático-pedagógicos. Promove a interação com a comunidade e a qualidade de vida, buscando ser referência nacional e internacional pelas ações solidárias e pela qualidade dos serviços prestados, consolidando ao longo de sua trajetória histórica uma grande diversificação de projetos, mencionados a seguir.

Labelo

Labelo

O Labelo - Laboratórios Especializados em Eletroeletrônica, Calibração e Ensaios, criado inicialmente para atender às atividades acadêmicas dos cursos de Engenharia Elétrica e Eletrônica, está entre os três maiores prestadores de serviços tecnológicos do País, com acreditação ao INMETRO. É também referência internacional, tendo reconhecida sua competência técnica fruto de 20 anos de relacionamento com a instituição governamental de referência na área de tecnologia física como o PTB da Alemanha, equivale ao INMETRO no Brasil. Presta serviços anualmente a mais de 3500 clientes da indústria nacional, apoiando o desenvolvimento da metrologia em programas de avaliação da conformidade, eficiência energética de produtos e na disseminação da rastreabilidade através dos serviços de calibração. Ao mesmo tempo, está fortemente envolvido na política de irradiação da cultura, tendo treinado mais de 1.500 pessoas de vários Estados.


Campus Vila Fátima

Campus Vila Fátima

A Universidade também tem dirigido sua atenção à população carente no Centro de Extensão Universitária Vila Fátima, desenvolvendo programas de extensão com fim de melhorar os indicadores da comunidade e qualificar a formação acadêmica. Desde sua criação em 1980, com a participação efetiva de estudantes e professores, são prestados serviços à comunidade em diversas áreas, permitindo que o ensino acadêmico entre em contato com as necessidades da região, fornecendo assistência de qualidade à saúde e à educação da população. As atividades são desenvolvidas em parceria com Ministério da Saúde, Secretaria Municipal de Saúde e Fundo de Assistência Social e Cidadania e englobam as áreas de educação, enfermagem, letras, arquitetura e urbanismo, matemática, medicina, odontologia, psicologia e serviço social.

Centro de Pesquisas e Conservação da Natureza

Centro de Pesquisas e Conservação da Natureza
Pró-Mata

Projeto de pesquisa relativo à proteção, restauração e preservação da natureza e da biodiversidade brasileira é desenvolvido pela Universidade mediante o Centro de Pesquisas e Conservação da Natureza Pró-Mata. Localizado no município de São Francisco de Paula, na serra gaúcha, em uma região com cerca de 4.500 hectares de mata araucária e mata atlântica, o Pró-Mata foi criado unindo o empenho dos professores Jeter Jorge Bertoletti, então diretor do Museu de Ciências e Tecnologia, e Wolf Engels, através do apoio da Universidade de Tübingen, da Alemanha.


Centro de Eventos

Centro de Eventos

Outro marco importante para a cidade e a comunidade em geral foi a criação do Centro de Eventos, inaugurado em setembro de 1998. Um espaço adequado para realização de eventos científicos, culturais, empresariais e recreativos, com estrutura adequada para acolher feiras e exposições de equipamentos e materiais. A área com cerca de 27 mil m², flexível e de multiuso, tornou-se palco de importantes eventos. Entre eles o Fórum Social Mundial, a Reunião Anual da SBPC, formaturas acadêmicas e congressos científicos.


Museu de Ciências e Tecnologia

Museu de Ciências e Tecnologia - Área de exposição

Com o objetivo de promover e difudir o conhecimento científico à comunidade, tornando popular a compreensão dos fenômenos naturais e contribuindo com a educação científica das crianças e dos jovens, a Universidade criou e mantém o Museu de Ciências e Tecnologia (MCT). Um dos maiores da América do Sul, hoje é referência para Museus e Centros de Ciências do país. São cerca de 700 experimentos interativos abordando fenômenos naturais e de relações do homem com o mundo. As instalações construídas com estrutura própria para abrigar o Museu estão distribuídas em cinco pavimentos e dois mezaninos em uma área de 17.500 m². Têm espaços para o acervo científico e didático, exposições, feiras de ciências, laboratórios modernos para pesquisa, outros para formação e capacitação de professores, oficinas e administração. O MCT teve início no Curso de História Natural, com as atividades do professor Jeter Jorge Bertoletti, a partir da década de 50. Conta ainda, entre outros projetos, com o Museu Itinerante (Promusit), levando especialmente às cidades do interior do Estado mediante um caminhão com semi-reboque os experimentos interativos e dezenas de kits pedagógicos para o desenvolvimento de oficinas e minicursos.


Projeto Reflexões

Projeto Reflexões

Inserido no planejamento institucional, com vista à necessidade de qualificação permanente dos seus professores e funcionários administrativos, o Projeto Reflexões é outra importante ação da Universidade. Lançado no ano de 2000, a razão fundamental da sua realização está relacionada ao bom desempenho das funções da educação superior, ensino, pesquisa, extensão e ações comunitárias, as quais requerem competência e, sobretudo, comprometimento de todas as pessoas envolvidas. Consta de seu objetivo essencial a reflexão de forma ampla e profunda da identidade e missão da Universidade que, por ser católica e mantida pelo Instituto dos Irmãos Maristas, tem uma responsabilidade ainda maior e especial compromisso com as pessoas e com a sociedade em que está inserida. Nessa interação têm sido propiciados espaços de escuta e diálogo com a apresentação de elementos característicos da identidade universitária, entre eles o carisma marista e a centenária tradição educativa da Entidade Mantenedora.


PUCRS Virtual

PUCRS Virtual

Além da qualificação acadêmica nos cursos presenciais difundindo o saber e a formação integral de profissionais solidários e empreendedores engajados no progresso da humanidade, a Universidade deu um grande salto em relação à educação a distância com a criação, em 2002, da PUCRS Virtual - Unidade de Ensino a Distância, para a realização de cursos de graduação, extensão, e especialização. A PUCRS foi a primeira instituição de ensino superior no país a construir uma rede com a utilização de satélite para a transmissão de teleconferências e videoconferências. Na Unidade onde são realizados cursos de graduação, extensão e especialização, mais de 600 alunos tiveram sua formação desde que iniciou as atividades em 2000.


Parque Tecnológico

Parque Tecnológico

O provérbio antigo “a fé procura a razão e a razão procura a fé” manifesta um pouco da motivação pela qual foi criado o Fé e Cultura em 2002. Um projeto que proporciona a realização firme e paulatina da Visão de Futuro da Instituição, por meio do “diálogo entre ciência e fé”. Mais do que nunca, no âmbito universitário, há um convite para aprofundar os princípios constitutivos da fé católica, dialogar sobre o progresso das ciências e sobre sua aplicação para o bem da humanidade.


Prédio Poliesportivo

Prédio Poliesportivo

Na busca de desenvolvimento tecno-econômico-social da região e do país, a PUCRS inaugurou oficialmente em agosto de 2003 seu Parque Tecnológico, o Tecnopuc. Estão entre os objetivos específicos do Parque atrair empresas de pesquisa e desenvolvimento para trabalhar em parceria com a Universidade; promover a criação e o desenvolvimento de novos empreendimentos de base tecnológica estimulando a inovação e a interação empresas-universidade; desenvolver sinergia positiva entre o meio acadêmico e o empresarial e a atuação de forma coordenada com as esferas governamentais, particularmente no âmbito do Projeto Porto Alegre Tecnópole. Para a coordenação do projeto foi criada a Agência de Gestão Tecnológica e Propriedade Intelectual (AGT), que é o mecanismo institucional que tem como objetivo atuar como agente facilitador do processo de interação universidade-empresa, fomentar a cultura empreendedora na Universidade, viabilizando e estimulando o desenvolvimento de projetos de pesquisa e desenvolvimento conveniados com o setor empresarial, de forma a aliar as necessidades do mercado com o saber e o conhecimento existentes na Universidade.


Estádio Universitário

Estádio Universitário

Na área esportiva, a Universidade destaca-se mediante o Parque Esportivo – um moderno complexo para a prática de diversas modalidades esportivas, edificado com base em padrões internacionais de qualidade, com excelente estrutura, tendo como base duas edificações principais, o Prédio Poliesportivo e o Estádio Universitário. A primeira unidade inaugurada em setembro de 2003 foi o Prédio Poliesportivo, núcleo central do Parque. É um projeto arquitetônico e estrutural com nove andares, sendo que em um bloco estão múltiplas infra-estruturas, entre elas Laboratório de Avaliação e Pesquisa em Atividades Físicas, auditório para 210 lugares com salas de apoio, laboratório de informática e quadras de squash. No outro bloco estão as grandes áreas esportivas, distribuídas em quatro pisos, com pé direito equivalente a dois andares cada um. O destaque está na piscina térmica olímpica equipada com visores laterais que permitem o acompanhamento, sob a água, da performance do nadador. É a primeira piscina olímpica coberta no Estado e está localizada no primeiro piso. Nos demais pisos estão quadras poliesportivas, áreas para ginástica e para lutas marciais e quadras de tênis.

A outra grande estrutura é o Estádio Universitário, construído justaposto ao estacionamento coberto. Conta com um campo de futebol de dimensões oficiais e uma pista de atletismo com a mais avançada tecnologia. Possui grama especial, com grande resistência e capacidade de recuperação. Sob o estádio há um estacionamento coberto com capacidade para 720 vagas. A pista de atletismo, construída com o mesmo material utilizado nas últimas cinco Olimpíadas, está distribuída em oito raias de 1,22m de largura com 400 metros de extensão. O Estádio Universitário também pode acolher outras modalidades, como saltos em altura, salto com vara, salto em distância e salto triplo, lançamentos de dardo, de disco e de martelo e arremesso de peso. A arquibancada do estádio é coberta e tem capacidade para receber 2.100 espectadores. Oferece cabines para árbitros e emissoras de rádio e televisão.

     Com a inauguração de seu Parque Esportivo, a PUCRS, além de oferecer condições para abrigar grandes competições nas mais diversas modalidades esportivas, reafirma as linhas de gestão da administração da Universidade, baseadas na qualidade, na inovação, no empreendedorismo e no relacionamento com a sociedade.

Comprometida com a sustentabilidade, a PUCRS vem implementando, desde 2008, uma nova política de gestão de energia no Campus. O Projeto Uso Sustentável da Energia (USE) é o responsável por administrar as mudanças que vêm ocorrendo gradualmente nos âmbitos ambiental, social e econômico dentro da Universidade. Desenvolvido e aplicado por uma equipe multidisciplinar, o Projeto planeja e executa ações técnicas, educacionais e de comunicação na área da energia. Para mais informações, entre em contato pelo email projetouse@pucrs.br, ou pelo telefone (51) 3353.4841. Você também pode acompanhar nossas redes sociais Twitter e Youtube.